sábado,

13/07/2024

Joinville/SC

Praça com monumento de bailarina em tamanho real será construída no Centro de Joinville

 

Nesta segunda-feira (29/4), em comemoração ao Dia Mundial da Dança, o prefeito Adriano Silva e a vice-prefeita Rejane Gambin assinam a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras da “Praça da Bailarina”, que será instalada no cruzamento da Av. Juscelino Kubitschek com a Rua 9 de Março.

O evento será às 8h30, na Escola do Teatro Bolshoi do Brasil (av. José Vieira, 315 – América).

Além da completa revitalização do espaço, a praça terá o monumento de uma bailarina em tamanho real.

A joinvilense Thaís Diógenes, que em 2011 se formou na Escola do Teatro Bolshoi do Brasil e hoje é a solista da Ópera de Kazan, na Rússia, foi a modelo para a confecção da peça, que está em fase de produção. Thaís vai participar do evento nesta segunda-feira.

O monumento está sendo construído com o uso da tecnologia de manufatura aditiva a laser, que é uma espécie de impressão 3D feita com metal.

Essa é uma tecnologia de ponta oferecida pelo Senai/SC, sendo uma das mais avançadas no mundo.

Antes da impressão da peça final, foram feitos testes com um modelo em tamanho real com material chamado polímero e dois protótipos para validação do sistema hidráulico.

Esse sistema será responsável pelo chafariz.

A impressão da bailarina está sendo realizada por peças. Até o momento, foram impressos os pés, mãos, cabeça e a cintura.

Para se ter uma ideia, a cintura tem cerca de 13 centímetros de altura e a impressão levou sete dias.

Após a impressão, será feita a montagem da estrutura pela equipe do Senai/SC e a finalização da peça será realizada com apoio da Docol.

Além de homenagear o título conquistado por Joinville de “Capital Nacional da Dança”, a Praça da Bailarina será um novo espaço de lazer construído para a comunidade.

Com área de 481m2, o espaço será revitalizado e vai receber instalação de novo piso, mobiliário urbano com bancos, floreiras e defensas metálicas.

Para enaltecer o monumento central da praça, será criado um espelho d’água ao redor do chafariz da bailarina, que contará com iluminação de destaque.

A concepção da Praça da Bailarina foi desenvolvida pela Secretaria de Pesquisa e Planejamento Urbano (Sepur), com apoio de outras secretarias.

O projeto executivo foi elaborado pela MMKM Arquitetura e Gerenciamento.

O projeto do monumento conta com a parceria da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Escola do Teatro Bolshoi do Brasil, Senai e Docol.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo