sexta-feira,

12/07/2024

Joinville/SC

Momento raro em Joinville: mulher dá à luz gêmeos e um dos bebês nasce empelicado


Nesta quinta-feira, dia 25, uma mãe de 27 anos, deu à luz gêmeos na Maternidade Darcy Vargas, em Joinville.

Um dos bebês nasceu envolto pela bolsa amniótica que o alimenta e o protege durante toda a gestação.

Normalmente, essa bolsa estoura quando o bebê está perto do nascimento, por isso é considerado um parto raro.  

Emanuel foi o primeiro a nascer, com um peso de 2,75 kg. Três minutos depois, veio Elisa, pesando 2,72 kg, em uma cena que surpreendeu tanto a família quanto a equipe médica. 

O que é Parto Empelicado?

O “Parto Empelicado” ocorre quando a bolsa amniótica, que envolve o bebê durante a gestação, não se rompe durante o trabalho de parto e o nascimento, resultando no bebê nascendo dentro da bolsa amniótica.

Na cultura popular, acredita-se que esses bebês terão muita sorte ao longo da vida.

Do ponto de vista científico, o Parto Empelicado é uma condição extremamente rara. Estima-se que apenas 1 em cada 80.000 bebês nasçam empelicados.

Não há como prever esse tipo de parto por meio de exames pré-natais, e evitá-lo é possível através do rompimento artificial da bolsa amniótica durante o trabalho de parto, uma prática comum na medicina moderna para acelerar o processo.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo