sexta-feira,

12/07/2024

Joinville/SC

Lula defende taxação de carnes nobres como picanha e filé mignon

“Nós estamos discutindo várias coisas. Vamos discutir na reforma tributária quais itens a gente quer que não pague imposto e quais a gente quer. Os empresários querem que a gente isente toda a carne. Acho que a gente tem que mediar”, afirmou o presidente.

Ele continuou explicando a necessidade de separar os tipos de carne consumidos por diferentes classes sociais: “Tem carne consumida por gente de padrão alto e a carne que o povo consome. Pode fazer a separação. Não vamos taxar frango, é o que o povo come todo dia.”

Reforma Tributária

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre a reforma tributária, aprovada em 2023, tramita no Congresso desde abril de 2024 e trata das regras gerais dos novos tributos. Segundo o cronograma do Ministério da Fazenda, a regulamentação da reforma será feita entre 2024 e 2025. Em 2026, será feita a transição dos atuais impostos para o modelo de Imposto sobre Valor Agregado (IVA).

 

<ssss

sss

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo