sábado,

13/07/2024

Joinville/SC

Governador nega acordo com professores e afirmou que vai descontar salário

O governador de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), se pronunciou neste domingo (28/4) sobre a greve dos professores catarinenses, negando a descompactação da folha de pagamento — principal reivindicação da categoria — e anunciando desconto de salário para quem faltar no trabalho devido às paralisações.

Segundo informações dos portais de transparência de cada estado, Santa Catarina paga a maior média salarial da região sul aos profissionais da educação, superando em cerca de 15% o salário pago no Paraná e aproximadamente 50% o valor pago no Rio Grande do Sul.

Jorginho Melo afirmou que o salário da categoria é o maior da região Sul, porém, ele considera insuficiente, dada a importância dos professores.

Desde o ano passado, estamos ouvindo e negociando com a categoria. Em 2023, tivemos vários avanços por iniciativa do Governo. Mas fazer tudo o que os sindicalistas pedem é impossível. afirmou.

 

 

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo