quarta-feira,

24/07/2024

Joinville/SC

Explosão de casos de dengue desencadeia ações emergenciais em Araquari

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da Secretaria de Estado de Saúde confirmou que o aumento significativo de casos de dengue resultou em uma epidemia da doença em Araquari.

Semanalmente, a Vigilância Epidemiológica do município alimenta o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), e esses dados são compilados no relatório estadual.

Em janeiro deste ano, a cidade já atingiu o número de notificações registrado em abril de 2023.

No período de 31/12/2023 a 26/01/2024, Araquari notificou 398 casos de dengue, dos quais 160 foram confirmados, enquanto 114 ainda estão sob investigação.

O critério para considerar uma epidemia é de 300 casos para cada 100 mil habitantes.

O bairro Itinga é o epicentro, concentrando 136 casos. Em janeiro de 2023, Araquari registrou apenas 3 casos positivos, contrastando com os 161 casos em janeiro de 2024, representando um aumento de 5.266,66%.

As arboviroses, como dengue, zika, chikungunya e febre-amarela, causadas pelo mosquito Aedes aegypti, são ameaças à saúde, com potencial fatal.

No ano anterior, Araquari registrou dois óbitos por dengue.

O aumento dos casos sobrecarrega o Sistema Único de Saúde (SUS), gerando uma demanda crescente por atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e, especialmente, na Pronto-Atendimento 24 horas (PA 24h), não apenas em Araquari, mas também em cidades vizinhas, como Joinville, referência em atendimento.

Vacinação contra a Dengue

Araquari está programada para receber vacinas contra a dengue do Ministério da Saúde, com coordenação da DIVE de Santa Catarina.

O município, com 45.283 habitantes, integra a regional de saúde do Nordeste, juntamente com outras 12 cidades.

As vacinas serão direcionadas a regiões com municípios de grande porte e alta transmissão nos últimos dez anos, considerando também populações acima de 100 mil habitantes e altas taxas recentes.

Mutirão de Limpeza e Conscientização

O Comitê de Operações Emergenciais de Araquari definiu ações para combater a dengue, incluindo um mutirão de limpeza e conscientização no loteamento São Benedito, no bairro Itinga, que concentra a maioria dos casos.

A comunidade está convidada a participar dessa iniciativa, que ocorrerá na quarta-feira, 31/01, das 8h às 17h, com ponto de encontro na Subprefeitura do Itinga, na rua Alberto Natalino Miquelute 7893.

A ação envolverá diversas secretarias, como Saúde, Obras, Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Assistência Social e Subprefeitura do bairro Itinga.

Além de limpeza e roçada, serão oferecidas orientações à comunidade, com visitas domiciliares.

A colaboração da comunidade é essencial, permitindo a inspeção das equipes devidamente identificadas com coletes e veículos oficiais.

Denúncias e Conscientização

A prevenção da proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, é crucial.

Os moradores são instados a não permitir água parada e a denunciar acúmulo de lixo pelos telefones 156 ou pelo WhatsApp: 047 98462-5677.

A participação ativa da população é fundamental para conter a propagação da epidemia.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo