domingo,

21/07/2024

Joinville/SC

Após ação do MPSC, Atlético-PR e Torcida são multados por confusão na Arena Joinville

Reprodução

O Atlético Paranaense e sua torcida organizada foram condenados a pagar uma indenização no valor de R$ 300 mil  por danos morais coletivos devido à confusão ocorrida na Arena Joinville com a torcida do Vasco da Gama pelo Campeonato Brasileiro da Série A em 2013.

A decisão judicial responsabiliza o clube e a torcida pelos tumultos e incidentes que causaram transtornos e colocaram em risco a segurança de outros torcedores e participantes do evento.

Todo o recurso será destinado ao Fundo de Restituição de Bens Lesados (FRBL) do Estado de Santa Catarina.

O Promotor de Justiça Max Zuffo, titular da 20ª Promotoria de Justiça da Comarca de Joinville, disse que deverá recorrer da decisão visando aumentar o valor da condenação. 

A confusão, que resultou em violência e desordem, levou à intervenção das autoridades para restabelecer a ordem e garantir a segurança no local.

A condenação visa reparar os danos causados à coletividade e reforçar a importância da responsabilidade social e do comportamento adequado em eventos esportivos.

A indenização será destinada a projetos e iniciativas que promovam a paz nos estádios e incentivem comportamentos mais civilizados e respeitosos entre torcedores.

Esta medida também serve como um alerta para outras entidades esportivas e torcidas organizadas sobre as consequências de atos de violência e desordem.

Jogo na Arena

A partida ocorreu em Joinville porque a equipe paranaense havia sido punida pela Justiça Desportiva com a perda de mando de dois jogos.

Isso ocorreu porque duas torcidas organizadas dos dois clubes entraram em conflito em um jogo no mesmo ano. 

Na ação do MPSC que o Clube Atlético Paranaense se limitou a solicitar policiamento para a partida, descumprindo a obrigação de fornecer segurança ao evento, ainda que complementar à força policial pública escalada para o dia dos fatos. 

No entendimento do MPSC, a participação da torcida organizada é inconteste, pois parte dos torcedores envolvidos na briga foram responsáveis diretos pelo episódio violento, o qual acarretou a prisão em flagrante de vários torcedores dessas torcidas. 

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo