sábado,

13/07/2024

Joinville/SC

Integrantes de grupo acusado de tráfico de animais silvestres são presos em Joinville

 

Na manhã desta quarta-feira (04), uma operação policial foi realizada em Joinville com o objetivo de combater o tráfico ilegal de animais silvestres. Foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Poder Judiciário, após parecer favorável da 21ª Promotoria de Justiça Criminal.

A investigação revelou a existência de uma associação criminosa envolvida na caça, compra e venda de animais silvestres, composta por pelo menos 4 pessoas.

 

Um dos membros do grupo, detido pela manhã no bairro Ulisses Guimarães, utilizava anilhas falsas para conferir uma aparência de legalidade às aves comercializadas.

As investigações tiveram início há aproximadamente 6 meses, decorrentes de prisões anteriores realizadas pela DIC de Joinville.

Durante a operação, foram apreendidas armadilhas e redes de caça, além de 3 filhotes de arara canindé, um papagaio, dezenas de tartarugas tigre e diversos pássaros silvestres originários da região norte do Estado de Santa Catarina.

 

Um destaque da ação foi o resgate de uma Ararajuba, espécie rara ameaçada de extinção.

Até o momento, três pessoas foram presas em flagrante, sendo as duas últimas detidas nos bairros Iririú e Itinga.

As investigações continuarão visando identificar outros envolvidos nessa associação criminosa.

A operação contou com a participação da Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal de Joinville, em colaboração com a Polícia Científica de Joinville e o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo