quarta-feira,

24/07/2024

Joinville/SC

Döhler doa equipamentos à Polícia Civil para ajudar no combate a crimes ambientais

Indústria têxtil catarinense apoia Divisão de Investigação Criminal de Joinville com doação de computadores.

Crimes ambientais estão ocorrendo neste momento em Joinville e Norte do Estado bem como em outras partes do Planeta.

Maus tratos a animais, tráfico de animais silvestres, armas de fogo e munições para caça ilegal de animais, entre outros ataques à fauna e flora locais.

Esses crimes desafiam a Polícia e a sociedade e, por mais que haja um grande esforço no combate, é importante a união de esforços entre os setores público e privado na proteção ao meio ambiente.

Por isso, a Döhler doou, nesta quinta-feira (16), dois computadores de última geração à Divisão de Investigação Criminal de Joinville, que atua na repressão a crimes ambientais ocorridos na cidade e em toda a região Norte catarinense.

Mais de 500 aves nativas já foram resgatadas nos últimos anos pela DIC, além de diversos outros animais ameaçados de extinção.

No entanto, para avançar nas investigações contra o tráfico de animais silvestres, a delegacia precisa trabalhar com análise de dados e os computadores doados pela Döhler vão auxiliar e facilitar esse trabalho, possibilitando um retorno muito mais rápido à comunidade.

“Existe a necessidade constante de análise de documentos com um volume imenso de dados. Como exemplo, alguns laudos enviados para análise de dados contam com mais de 50.000 páginas”, relata a delegada de Polícia coordenadora da DIC, Tânia Harada.

Vale lembrar que o tráfico ilícito de animais silvestres é a terceira atividade ilegal mais lucrativa do mundo, ficando atrás apenas do tráfico de drogas e de armas de fogo.

Desde a criação de uma equipe específica voltada ao combate a crimes contra o meio ambiente, o que foi feito no ano de 2019, houve um aumento em mais de 400% do volume de processos finalizados pela delegacia encaminhados ao Poder Judiciário.

Para a Döhler, já comprometida com as causas sociais e ambientais, a doação pretende ajudar a Polícia a tornar sua fiscalização e combate aos crimes ambientais ainda mais eficazes, em uma soma de esforços com objetivo comum que é a preservação ambiental.

“Queremos, sobretudo, proteger o bioma Mata Atlântica e a comunidade em que estamos inseridos”, finaliza Marco Aurélio Braga, head de Comunicação e Marketing da Döhler.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo