sexta-feira,

12/07/2024

Joinville/SC

Pais de Jonatas Henrique Openkoski são presos em Joinville

Renato e Aline Openkoski, pais do menino Jonatas e responsáveis pela campanha AME Jonatas, foram presos nesta quarta-feira, (22),

A Polícia Civil localizou o casal em um imóvel localizado no bairro no Morro do Meio, Zona Oeste da cidade.

SENTENÇA

O casal foi condenado a 70 anos de prisão em regime fechado por estelionato e apropriação indébita – a Justiça reconheceu que eles usavam o dinheiro da campanha para fins pessoais.

 A sentença do juiz Paulo Eduardo Huergo Farah, da 4ª Vara Criminal de Joinville, também descreve para onde o dinheiro e os bens arrecadados pela família devem ser destinados.

Renato foi condenado a 44 anos e 29 dias de reclusão em regime fechado. Já Aline foi condenada a 26 anos, 11 meses e 13 dias de prisão.

Além das penas, o casal foi condenado pelo juiz ao pagamento de indenização mínima no valor de R$ 178.176,25.

Campanha AME JONATAS

Jonatas foi diagnosticado com AME em 2017. Logo em seguida os pais iniciaram a campanha “AME Jonatas”, com o objetivo de arrecadar fundos para o tratamento de saúde do menino.

O tratamento indicado para ele era a vacina Spinraza, naquela época importada dos Estados Unidos com um custo estimado de R$ 3 milhões.

Sem condições de arcar com o valor, o casal passou a divulgar a campanha nas redes sociais para arrecadar os R$ 3 milhões da vacina e para os demais custos relacionados ao tratamento.

Jonatas morreu em 2022.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo