sábado,

20/07/2024

Joinville/SC

Joinville realiza seminário sobre Acolhimento Familiar

Servidores públicos atuantes em diferentes áreas e membros da comunidade com interesse em conhecer mais sobre o serviço Famílias Acolhedoras, podem participar do Seminário de Acolhimento Familiar em Joinville.

O evento é uma iniciativa da Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), e ocorre nos dias 2 e 3 de abril, no Teatro Juarez Machado (av. Juarez Vieira, 315, anexo ao Centreventos Cau Hansen).

As inscrições são gratuitas e limitadas e podem ser feitas por meio do formulário eletrônico disponível no site da Prefeitura (bit.ly/SeminarioAcolhimentoFamiliar).

De acordo com Patrícia da Silva Caetano, coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar de Joinville, o seminário tem como objetivo capacitar profissionais que trabalham com acolhimento e, também, compartilhar informação com pessoas e famílias que têm interesse em ingressar no serviço.

“Tanto servidores públicos, quanto a comunidade podem desejar ser uma família acolhedora ou podem vir a receber uma criança acolhida, em uma escola, unidade de saúde, ou outros serviços oferecidos. Por isso a importância de a rede conhecer o que é o acolhimento familiar”, explica.

Para proporcionar uma imersão no tema, o Seminário de Acolhimento Familiar terá a participação de palestrantes especialistas e atuantes em diversas áreas.

Entre os assuntos em destaque na programação, estão o serviço de Acolhimento Familiar no Brasil e em Santa Catarina, impactos neurológicos do Acolhimento Familiar, vínculos afetivos, atuação do Ministério Público de Santa Catarina, garantia de direitos e estratégias de articulação.

Para promover a interatividade com o público, haverá relatos de experiências de acolhimentos e espaços para perguntas.

Famílias Acolhedoras em Joinville

O serviço de Acolhimento Familiar é difundido mundialmente. A medida de proteção está prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para crianças e adolescentes que precisam ser afastados temporariamente de sua família de origem. É uma medida excepcional e provisória, e não deve ultrapassar 18 meses.

Pode se inscrever no serviço quem tem mais de 21 anos, que resida em Joinville por período superior há um ano e possua renda (individual ou familiar).

O candidato também pode indicar o perfil da criança ou adolescente que deseja acolher, de acordo com a sua habilidade e disponibilidade.

Não podem participar pessoas que estão cadastradas na lista nacional de adoção.

Todos os membros da família devem consentir com o acolhimento. As famílias devem ter tempo para garantir os cuidados essenciais ao desenvolvimento do acolhido. No site da Prefeitura de Joinville há informações detalhadas sobre o serviço.

Em Joinville, o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora acontece há 16 anos.

Nesse período, 104 famílias acolheram 258 crianças. Atualmente, 42 famílias estão habilitadas no serviço. Desse total, 25 estão acolhendo 32 crianças.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo