sexta-feira,

12/07/2024

Joinville/SC

Fórum de Oncologia em Joinville: Atualizações e Perspectivas no Tratamento do Câncer

A Secretaria da Saúde da Prefeitura de Joinville realizou o Fórum de Oncologia do município.

O evento, que ocorreu no Auditório da Católica, discutiu as perspectivas e atualizações no tratamento oncológico, com palestras de especialistas dos serviços de referência em Joinville.

“O objetivo desse Fórum é aprofundar as discussões a respeito do câncer, que é uma doença crônica que afeta muitas pessoas. Nossos serviços de saúde passam constantemente por aprimoramentos, para oferecer o tratamento adequado, bem como, estratégias de prevenção”, afirma o diretor executivo da Secretaria da Saúde, Douglas Calheiros Machado.

Um dos palestrantes do Fórum de Oncologia de Joinville foi Hercílio Fronza Júnior, especialista em patologia e citopatologia e diretor técnico do Centro de Diagnósticos Anátomo-Patológicos (CEDAP). O médico reforçou a importância do acompanhamento constante da situação do paciente, já a partir do resultado da biópsia.

“Quando um médico emite um laudo de lesão de alto grau, ele precisa se comprometer a verificar se esse paciente irá dar prosseguimento ao tratamento.

Quando eu dou um diagnóstico, eu vou depois atrás para ver se ele vai ser resolvido, antes que se torne um câncer que poderia ser prevenido, a exemplo do câncer do colo de útero”, explica o médico.

Outro palestrante foi Fabrício Morales Farias, mastologista e cirurgião reconstrutor da Secretaria da Saúde de Joinville. Ele abordou o contexto da oncologia na saúde da mulher.

Segundo o médico, um dos grandes desafios do tratamento do câncer de mama, é o alto custo das novas tecnologias.

“Existem novos medicamentos que custam, por exemplo, cerca de R$ 70 mil cada ampola, que deve ser aplicada a cada 21 dias.

E são desafios de custo que não é apenas o SUS que enfrenta. Países com sistemas públicos de saúde parecidos com o nosso, como a Inglaterra e o Canadá, também passam por dificuldades devido à questão orçamentária na saúde”, aponta Fabrício.

Também participaram do evento os médicos Leonardo Vieira Polli (radioncologista do Hospital São José), Deli Grace de Barros Araújo (pediatra e hematologista) e as enfermeiras Maria Solange da Silva e Gyovana da Rosa Goulart (coordenadora da Policlínica Boa Vista e Clínica Especializada da Mulher).

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo