sexta-feira,

12/07/2024

Joinville/SC

Educação que Transforma, da Prefeitura de Joinville, é destaque entre os finalistas de prêmio nacional de gestão pública

O compromisso Educação que Transforma, que reúne um conjunto de ações da Secretaria de Educação de Joinville para garantir que todos os alunos aprendam na idade certa, está entre os três finalistas do Prêmio Espírito Público na categoria “Educação”.

A iniciativa joinvilense ganhou destaque entre as mais de 900 inscrições avaliadas pela 6ª edição da premiação nacional.

Os finalistas do prêmio realizado pela parceria Vamos, formada pela Fundação Lemann, Instituto Humanize e República.org, foram divulgados nesta segunda-feira (3).

Segundo o secretário de Educação de Joinville, Diego Calegari, foi uma honra receber a notícia de que o trabalho desenvolvido na cidade é destaque em uma premiação disputada por gestores públicos de todo o país.

“Isso demonstra que o município está no caminho certo e que o trabalho desenvolvido desde o início da gestão tem dado resultado, sendo visto e reconhecido como o ‘estado da arte’ na educação do Brasil. Agora, vamos torcer para conquistar o primeiro lugar, mas estar entre os três finalistas já é um reconhecimento importante”, comemora.

O resultado final do prêmio será divulgado em 24 de julho, em evento no Rio de Janeiro (RJ), onde estarão o secretário Diego Calegari e os diretores executivos Cleberson de Lima Mendes e Giani Magali da Silva de Oliveira.

Eles lideraram a implementação do compromisso Educação que Transforma na Rede Municipal de Ensino, em conjunto com toda a equipe da Secretaria de Educação, e também foram os responsáveis pela inscrição na premiação.

O que é o compromisso Educação que Transforma?

O compromisso Educação que Transforma foi lançado em fevereiro de 2023, englobando uma série de programas e projetos integrados desenvolvidos desde o início da gestão nas escolas e Centros de Educação Infantil (CEIs) da Rede Municipal de Ensino, impactando alunos, profissionais da educação e toda a comunidade escolar.

Entre as ações, estão o combate à infrequência (Busca Pró-Ativa) e a promoção de engajamento dos alunos e famílias (Viva a Escola e Escola de Pais); sistema de monitoramento da aprendizagem (Bússola); apoio aos alunos com dificuldades (Aprender Mais) e aceleração de estudantes em defasagem escolar (Tempo de Avançar); formação continuada (Forma+Ação e Escola de Líderes); estruturação da gestão (Gestão Nota 10); e colaboração em rede (Nucleação e Grupos de Referência).

Desde o início da gestão, as ações atingiram resultados expressivos, como a melhoria da aprendizagem no ensino fundamental nos componentes de Língua Portuguesa e Matemática, revertendo os efeitos negativos da pandemia sobre a aprendizagem.

Também foram reduzidos os índices de reprovação e abandono, além do percentual de alunos em distorção idade-série nos anos finais em relação a 2018, fazendo com que os estudantes concluam os estudos na idade certa e com aprendizagem adequada, promovendo uma educação de excelência e com equidade.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo