quinta-feira,

18/07/2024

Joinville/SC

Corpos de vítimas de acidente aéreo em Garuva são liberados pelo IML

Na manhã desta quarta-feira (5), os corpos do empresário Antônio Augusto Castro e do piloto Geraldo Cláudio de Assis Lima, vítimas da queda de um avião de pequeno porte em Garuva, foram liberados pelo Instituto Médico Legal (IML).

O sepultamento de Geraldo Cláudio de Assis Lima será realizado ainda hoje, na cidade de Governador Valadares.

Já o empresário Antônio Augusto Castro, dono da aeronave, será sepultado nesta quinta-feira (6), em Belo Horizonte.

Peritos continuam trabalhando no local do acidente para determinar as causas da tragédia.

Acidente 

A aeronave modelo Baron 95-B55 saiu de Governador Valadares, no interior de Minas Gerais e tinha previsão de pouso em Florianópolis.

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar, a aeronave “por motivo ainda desconhecido”, “optou por descer no aeroporto de Joinville, onde arremeteu, vindo posteriormente a cair na região Barrancos”.

Equipes de resgate dos bombeiros foram chamados por volta da 1h desta terça-feira (04) após um incêndio ser avistado na região. 

Para chegar no local, foi necessário abrir uma trilha na mata, perto da SC-416.

Segundo registros da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC), o avião bimotor pertence à empresa Conserva de Estradas LTDA, com sede em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Fabricada em 1982, a aeronave poderia levar até cinco passageiros, além do piloto.

 

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo