sexta-feira,

12/07/2024

Joinville/SC

Comissão processante conclui que vereador Mauricinho Soares quebrou Decoro Parlamentar

Após cerca de 90 dias de trabalho, os três vereadores membros da Comissão Processante encarregada do caso do vereador Mauricinho Soares avaliaram e votaram a favor do relatório que constatou a quebra de decoro parlamentar por parte do parlamentar.

Essa conduta, segundo o relatório, pode resultar na penalização com a cassação do mandato do vereador.

A decisão foi tomada durante uma reunião realizada na manhã desta terça-feira (5), e agora o caso segue para votação no plenário da Câmara de Vereadores de Joinville nos próximos dias.

“Após ouvirmos as testemunhas e analisarmos os documentos, concluímos que houve quebra de decoro por parte do vereador Mauricinho Soares”, afirmou o médico e vereador Cassiano Ucker, justificando seu voto a favor do parecer do relator.

O relatório elaborado pela Comissão Processante constatou que “existem indícios suficientes quanto à prática de ato incompatível com o decoro parlamentar pelo vereador Mauricinho Soares”.

Esse fato foi corroborado pela análise dos parlamentares que testemunharam em defesa do vereador, os quais expressaram um claro descontentamento com a conduta do denunciado, que permanece preso, alegando que esta diverge do comportamento exemplar esperado dos representantes políticos.

“Agora, esse relatório servirá de base para todos os vereadores na sessão de julgamento, que deverá ser marcada, para avaliar e votar pela cassação ou não do vereador Mauricinho Soares”, explicou Ucker.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo