quinta-feira,

18/07/2024

Joinville/SC

Arquivo Histórico de Joinville tem programação especial nesta quinta-feira e domingo

 

O Arquivo Histórico de Joinville (AHJ) participa da 8ª Semana Nacional de Arquivos com atividades nesta quinta-feira (6) e no domingo (9).

O tema “Arquivos Acessíveis” foi escolhido pelo Arquivo Nacional para promover o debate sobre conceitos e procedimentos empregados nos arquivos e como eles podem refletir a diversidade da sociedade.

Aqui, o subtema é o “Hip-hop no Arquivo: história e memória do movimento em Joinville”.

A ideia de promover esta ação no Arquivo Histórico ocorreu por conta do desejo de aproximar a instituição dos movimentos e grupos sociais que normalmente não usufruem ou ocupam o espaço, que é público e gratuito. “Muitas vezes eles não têm sua história e memórias registradas no acervo documental do AHJ, o que vem ao encontro do tema deste ano da Semana”, explica o coordenador do AHJ, Dilney Cunha.

Em 2022, o movimento hip-hop usou a marquise do Arquivo para promover o encontro de pessoas que praticam batalhas de slam, que são competições de ritmo e rimas poéticas com declamação de versos inspirados pelo rap.

Para divulgar ainda mais esta cultura, às 19 horas de quinta-feira ocorre a Batalha de Rap no Arquivo com o Coletivo de Batalhas de Joinville, além de apresentação do DJ Mano Uderon.

Também haverá exposição de itens que compõem a memória do hip-hop na cidade, que fica no local durante o fim de semana.

No domingo, além das tradicionais visitas guiadas pelo AHJ, foi programada roda de conversa e a exibição do documentário “Arte no Mute”, de Pedro Simm e Isabela Peixer, que retrata como o movimento do hip-hop está inserido em Joinville.

Também haverá exposição de grafite, apresentações de rap, rodas de break dance e discotecagem do DJ Mano Uderon.

O movimento hip-hop de Joinville tem feito pesquisas no Arquivo Histórico de Joinville em busca de documentação para embasar o inventário de patrimônio cultural imaterial do município que está sendo produzido.

Nacionalmente, busca-se o registro de patrimônio imaterial da cultura hip-hop brasileira junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Joinville tem trabalhado para juntar estas informações.

Programação da 8ª Semana Nacional de Arquivos

Quinta-feira – 6/6
19h – Batalha de Rap no Arquivo com o Coletivo de Batalhas de Joinville e DJ Mano com abertura da exposição de itens que compõem a memória do hip-hop na cidade

Domingo – 9/6
9h – Visita guiada ao AHJ
10h – Exibição de documentário “Arte no Mute”, de Pedro Simm e Isabela Peixer
11h – Roda de conversa
13h30 – Visita guiada ao AHJ
14h – Grafite com Greg Fiasko
14h – Apresentação dos grupos de rap / pocket e shows de QxS, Coletivo Ramal 047, Karolli e A2 Mc
16h15 – rodas de break dance
Entre as apresentações haverá discotecagem do DJ Mano Uderon

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo