domingo,

21/07/2024

Joinville/SC

Araquari registra segunda morte por dengue

A vítima é um homem, de 36 anos, morador do bairro Itinga.

Ele tinha comorbidades e buscou atendimento no sistema privado de saúde. O primeiro óbito também foi registrado no bairro Itinga, a vítima tinha 61 anos.

Do início do ano até agora, Araquari registrou 1.976 casos confirmados, 784 estão em investigação, e 954 casos foram descartados, totalizando 3.714 notificações.

Vacina

Até o momento 1.034 doses da vacina contra a dengue foram aplicadas em adolescentes de 10 a 14 anos.

O imunizante está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde que têm sala de vacina.

Alerta

A Vigilância Epidemiológica de Araquari orienta sobre a importância de limpar o quintal, já que 90% dos focos do mosquito estão nas residências.

Eliminar os locais com água parada e passar repelente ainda é o método mais eficaz contra a dengue.

Locais de atendimento

Em caso de suspeita de dengue, a recomendação é que o morador busque atendimento na Unidade de Saúde mais próxima da sua casa.

Na UBS, ele será avaliado e classificado com os sintomas A, B, C ou D.

Os casos de dengue tipo A são considerados mais leves, o atendimento é clínico com recomendação de hidratação e/ou medicação.

Já os casos B, C ou D são encaminhados para o PA onde é realizado o hemograma.

No Pronto Atendimento, o paciente é novamente avaliado pela equipe médica, passa pela coleta de sangue para realização do hemograma e teste da dengue.

O hemograma é analisado pelo laboratório conveniado do município, que funciona 24h, já o teste da dengue é analisado pelo Laboratório Central de Saúde Pública,( Lacen) de Joinville ou Florianópolis.

O resultado sai em até sete dias úteis, mas independente dele, o protocolo de atendimento é imediato, onde o paciente recebe hidratação por soro ou medicação.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo