sexta-feira,

19/07/2024

Joinville/SC

Aberta a programação da Semana de Conscientização e Orientação sobre a Saúde Mental de Joinville

Iniciou nesta segunda-feira (13) a programação da Semana de Conscientização e Orientação sobre a Saúde Mental de Joinville. A abertura ocorreu durante a manhã, no Centro de Convenções da Univille.

O evento contou com a apresentação do Coral Vozes do Bem, formado por usuários das Unidades de Referência em Saúde Mental da Prefeitura de Joinville (SOIS, CAPS AD, CAPS 2 e CAPS 3). O grupo reúne-se uma vez por semana na Casa da Cultura.

No evento de abertura também ocorreu a palestra “Desafio Históricos da Reforma Psiquiátrica”, com Ana Terra de Leon. A historiadora abordou como eram os tratamentos nos manicômios.

“Cito como exemplo o escritor Lima Barreto, que foi internado em um manicômio em 1914 pelo que hoje seria considerado alcoolismo.

Em seu relato, ele informa que foi levado ao manicômio em um carro blindado pela Polícia, o que já mostra a visão que a sociedade tinha de pessoas com sofrimento em saúde mental”, afirma Ana.

A Semana de Conscientização e Orientação sobre a Saúde Mental de Joinville foi instituída por lei em 2008, com o objetivo de oferecer formação sobre o tema para qualificar a rede de atendimento e reduzir hospitalizações.

O evento é realizado pela Prefeitura de Joinville, com apoio de instituições de ensino superior.

Segundo a diretora executiva da Secretaria da Saúde da Prefeitura de Joinville, Marlene Bonow Oliveira, o evento é um período de conscientização sobre a importância dessa nova forma de tratar as pessoas com algum tipo de sofrimento mental.

“Durante a semana, reunimos profissionais da saúde e instituições de ensino para debater a forma adequada de cuidarmos das pessoas em sofrimento mental, que precisam manter-se integradas à sociedade”, explica a diretora.

A coordenadora da Saúde Mental da Secretaria da Saúde, Ana Carolina Giacomini, reforça que a inclusão das pessoas com sofrimento mental não é só uma missão dos profissionais da saúde.

“Toda a sociedade é responsável por promover a inclusão e pertencimento dos usuários das Unidades de Referência em Saúde Mental, sem preconceitos”, aponta a coordenadora.

Na tarde desta segunda-feira e durante a terça-feira (14), ocorrem na Univille capacitações gratuitas direcionadas para profissionais da saúde e educação, acadêmicos e público em geral interessado no tema.

Entre os assuntos abordados nas capacitações estão meditação mindfulness, principais transtornos mentais na infância e a importância do diagnóstico e tratamento adequados para o desenvolvimento da criança e como conduzir atendimentos de casos de abuso sexual.

E no dia 16, quinta-feira, será realizada uma caminhada alusiva ao tema, com concentração a partir das 8h, na Praça da Bandeira.

O início da caminhada será às 9h com percurso pelas ruas XV de Novembro, Dona Francisca, Princesa Isabel, Rua do Príncipe, Jacob Richlin, Senador Felipe Schmidt e encerramento na Universidade Católica.

Você não pode copiar o conteúdo desta página
Pular para o conteúdo